Hérnia de Disco: Pilates & RPG Souchard.

No Brasil, dor nas costas é uma das maiores causas do afastamento no trabalho, a Hérnia de Disco afeta aproximadamente 5,4 milhões de brasileiros.

Nossa coluna é formada por 24 vértebras e entre cada uma delas temos o disco intervertebral, composto pelo núcleo pulposo (no centro) e anel fibroso (em volta). O núcleo desloca-se de acordo com os movimentos da coluna garantido a mobilidade, funciona com um amortecedor de impactos e evita o atrito entre as vértebras.

A Hérnia de Disco é o deslocamento do disco intervertebral (o núcleo rompe as fibras do anel fibroso ao seu redor) em direção ao canal medular ou raízes nervosas, podendo levar à compressão e irradiação das estruturas nervosas. Qualquer espaço entre as vértebras cervical, dorsal ou lombar pode sofrer herniação, sendo mais comum entre a 5ª e 6ª vértebras cervicais, terço inferior da dorsal e a 4ª e 5ª lombares e a 5ª vertebra lombar e a 1ª sacral, por serem os segmentos de maior mobilidade da coluna.

As causas da hérnia de disco, em geral, são uma combinação de fatores que implicam num desequilíbrio muscular e a maior sobrecarga sobre o disco vertebral, dentre eles estão: genética, trauma na coluna, esforço excessivo, má postura e realizar movimentos de forma errônea, trabalho repetitivo, constantes vibrações do corpo, envelhecimento natural da coluna.

A posição sentada é a de maior sobrecarga na coluna lombar, devido ao aumento da pressão intradiscal nas posições de flexão do tronco, sendo ainda pior se a flexão de tronco for associada a rotação.

Os sintomas podem ser de dor local na coluna, queimação, perda de sensibilidade e força, alteração da temperatura, dor irradiada para nádegas/perna/pés ou braços/mãos.

O tratamento pode ser cirúrgico ou conservador com medicamento e fisioterapia. Dentre as técnicas de fisioterapia, temos a RPG Souchard e o Pilates.

Na fase inicial indica-se o RPG Souchard, que através de posturas e manobras associadas à respiração restabelece o equilíbrio principalmente da musculatura da estática, proporcionando o realinhamento postural e consequente descompressão do disco. Melhorando a consciência corporal postural prevenindo novos problemas e lesões.

Após a fase aguda, pode-se iniciar as aulas de Pilates. Os exercícios buscam o equilíbrio muscular e são realizados de acordo com os princípios do método, exigindo a contração dos músculos do abdome associados à respiração, proporcionando a estabilização lombar. Melhora principalmente, a postura, consciência corporal, alongamento e força.

Um método trabalha mais o estático e o outro mais o dinâmico, mas ambos buscam o alinhamento corporal, a flexibilidade, a melhora do desempenho nos esportes, a prevenção de lesões, a respiração, o controle do centro do corpo e proporcionam a consciência corporal. O RPG, depois de alcançado seu objetivo, pode-se manter o trabalho através de uma manutenção com sessões mais espaçadas, e o Pilates é adotado como uma atividade física.

 

Revista Bela Vida
Renata Belli França – Fisioterapeuta
CREFITO 10/47.567-F